Vender milhas | Boas práticas para vender seus pontos


vender milhas com segurança

O mercado de milhas já ganhou certa relevância no Brasil. Postos de gasolina, operadoras de cartão de crédito e telefonia contribuíram para popularização dos pontos aéreos. Porém o ato de vender milhas ainda é uma prática menos usual e gera muitas dúvidas.

Se você ainda é novato na venda de pontos, ou vai vender milhas pela primeira vez, melhor continuar com a leitura deste texto, pois vamos explicar as melhores práticas para vender milhas.

1 – Acumule muitos pontos antes de vender milhas

Aqui existem algumas estratégias fundamentais. Primeiro, busque centralizar todos seus pontos em um único programa de pontos. Pulverizar seus pontos entre diferentes empresas irá tornar mais distante sua jornada até o saldo mínimo para venda de milhas. Além disso você deve solicitar um bom cartão de crédito que seja parceiro da sua cia favorita e gastar tudo dele.

Outra boa possibilidade é realizar a compra de pontos, para saber como o ideal é ler nosso texto.

2 – Procure empresas que pagam adiantado

Você finalmente acumulou um saldo interessante para vender milhas, agora está em busca de uma ferramenta para cotar seu saldo. Mas antes mesmo de avaliar o valor da cotação, considere sua segurança. Pata isso, avalie os seguintes itens.

  1. A empresa paga adiantado?
  2. As avaliações do Facebook e ReclameAqui são boas?
  3. A empresa possui endereço físico?
  4. Protocolos de segurança?

Sim. Considere vender seus pontos e avalie a cotação.

3 – Troque sua senha após realizar a venda

Apesar de escolher uma boa empresa, todo cuidado é pouco com seu dinheiro. Então, após vender suas milhas, considere trocar sua senha. Afinal, vai que você não escolhe a CSM, rs.

Curtiu nosso texto? Para garantir ainda mais rentabilidade com seus pontos, aproveite para ler nosso tutorial sobre como comprar milhas com os principais programas de fidelidade. Lá você vai aprender todos os macetes para comprar seus pontos.