fbpx

É seguro vender milhas acumuladas? Entenda mais sobre o mercado e a lei


compro-suas-milhas-vender-milhas-acumuladas

É seguro vender milhas acumuladas? Cada vez mais o mercado de compra e venda de milhas aéreas vem crescendo no Brasil. Existem diversas empresas especializadas na aquisição de milhas de participantes de programas de fidelização de companhias aéreas, que fazem uso dos pontos para a emissão de passagens aéreas baratas para o cliente final ou para agências de viagens.

Ainda que seja um segmento crescente no país, muitas pessoas têm dúvidas quanto à segurança na venda de suas milhas acumuladas. Seria um negócio lucrativo e devidamente regulamentado? Existem riscos? Quais são as vantagens?

Se você é um dos muitos usuários que têm essas dúvidas, basta continuar fazendo a leitura deste artigo, onde nós trazemos todas estas respostas.

Como funciona o mercado de venda de milhas?

Para as pessoas que estão passando por um momento de aperto financeiro, a venda de milhas aéreas pode ser uma boa alternativa para conseguir uma renda extra.

Acontece que boa parte dos usuários dos programas de fidelização não conhece tal possibilidade, devido ao fato de que os próprios programas afirmam constantemente que não é possível realizar a venda das milhas acumuladas. O que não é verdade.

Os programas de fidelidade costumam oferecer aos seus clientes a troca de milhas por passagens aéreas ou produtos de estabelecimentos parceiros. Entretanto, nestes casos geralmente é cobrado um valor superior e com isso, as milhas serão desperdiçadas.

A venda de milhas é proibida?

Se você tem o pé atrás em fazer negócio com as suas milhas acumuladas, fique tranquilo (a), pois a Lei está do seu lado. De acordo com a própria lei brasileira, os cidadãos têm total autonomia para fazer o uso de suas milhas como bem entender – o que inclui a sua venda.
Na Legislação, este conceito é denominado como Princípio da Legalidade, que nada mais é do que a desobrigação de ninguém fazer ou deixar de fazer algo, exceto que seja previsto em lei. Isso porque, na falta de proibição legal, predomina a autonomia do desejo, pois no direito privado, algo só pode ser banido por lei.

Ainda segundo a própria Constituição Federal (artigo 5, inciso II): “Ninguém será obrigado a fazer ou deixar de fazer alguma coisa senão em virtude de lei”.
Ou seja, não existe no país nenhuma lei que regulamente os programas de milhas aéreas. Também é importante destacar que as milhas obtidas com os programas de fidelização (ou não) são suas, mesmo que a compra não tenha sido feito diretamente no programa, você pagou por elas.

A venda de milhas acumuladas é um negócio bastante lucrativo, pois conforme explicamos no início do artigo, ela serve como uma alternativa para os usuários que estão passando por um momento financeiro complicado. Outra razão para a venda ser lucrativa é que em casos onde o indivíduo não tem planos de viajar futuramente, ele não corre o risco de ter suas milhas expiradas.

Agora que você sabe que a venda de milhas aéreas é totalmente permitida, é necessário saber como negociá-las de modo seguro. Para isso, é fundamental buscar por empresas especializadas e de total confiança, que não ofereçam riscos.

Presente no mercado desde 2001, a Compro Suas Milhas é referência no mercado de compra e venda de milhas aéreas. A empresa tem como principal objetivo a segurança e eficácia de seus serviços, proporcionando aos clientes uma experiência única e positiva nos seus negócios.

Gostou deste artigo? Então não deixe de conferir as demais publicações do nosso blog e descubra as melhores dicas para a compra e venda de milhas!