Esclarecendo dúvidas: por que vender milhas e não comprar?


vender milhas

No mercado de milhas, existem várias opções do que fazer com seus pontos acumulados. Os programas de fidelidade como Smiles, Multiplus e TudoAzul oferecem trocas por pacotes de viagem ou por produtos dos e-commerces parceiros dessas redes. Entretanto, se falta saldo, é ofertada a compra de pontos. Só que o certo é vender milhas, não comprar. E por que?

 

A compra de pontos é, muitas vezes, divulgada como uma oportunidade única para completar seu saldo e realizar o sonho da viagem tão planejada. Entretanto, é nessa hora que as empresas aproveitam para retirar seu dinheiro. Por saber que você está precisando de pontos para completar o saldo, o valor é superfaturado. A subtração do dinheiro pode ser evitada ao vender milhas!

 

Saiba o porquê da compra de pontos não ser justa para o seu bolso e prepare-se para negociar o seu saldo em busca de mais dinheiro.

 

Comprar pontos: completar seu saldo não é tão interessante

 

A ansiedade para se completar o saldo pode sair como um verdadeiro tiro pela culatra. As empresas tem dois métodos diferentes para a aquisição de pontos: comprando diretamente os pacotes ou nos clubes VIP, que são áreas exclusivas com pacotes para diferentes usuários que desejam ter milhas mensalmente a partir de um valor fechado.

 

O único processo que talvez pode valer a pena é comprar milhas diretamente nos clubes VIP. Como o valor está fechado desde o momento que você assina o contrato, você não é vítima do superfaturamento das empresas. Escolha uma categoria que não aperte tanto o seu bolso e te ajude no saldo. Só não se esqueça de continuar acumulando dos meios já tradicionais.

 

Além do preço, participar de um clube VIP te abre promoções exclusivas dos programas de fidelidade. Bônus na transferência de pontos dos cartões de crédito, descontos… Tudo isso é uma forma de recompensar quem se vincula mais próximo das empresas. Só que, mesmo nesse formato, a compra de pontos não vale tanto a pena quanto vender milhas.

 

Negociando: vender milhas rende muito mais

 

Vender milhas dá, além do dinheiro no bolso, a liberdade que você não conseguirá trocando seus pontos diretamente com o programa de fidelidade que for cadastrado. Com o negócio dos pontos, você terá a liberdade de escolher o que preferir. Não terá nenhuma empresa ou ninguém te obrigando a optar por pouca variedade.

 

O dinheiro adquirido após a cotação e negociação dos pontos pode ter várias funções. Além das clássicas viagens dos sonhos ou produtos necessários para casa, você pode também pagar contas, inserir crédito no seu celular ou simplesmente depositar todo o valor na sua conta para render por mais tempo. A escolha é sua. Vender milhas é sinal de felicidade e tranquilidade por um bom período.

 

Para vender milhas, você precisa de uma empresa confiável. Se essa operadora tiver mais de 15 anos de experiência de mercado e um dos melhores preços, melhor ainda. O local que você procura é a CSM! Acesse nosso site, veja o quanto pode ganhar e se surpreenda com o valor de seus pontos.